Não precisamos ser salvos nem resgatados. Precisamos conhecer o noso próprio poder e saber como acessá-lo.

Existe um certo perigo no discurso de "salvar alguém". Nós podemos - e devemos - nos oferecer para ajudar o outro, mas cientes de que esse processo é individual e intransferível. Ninguém ajuda quem não quer ser ajudado. Ninguém consegue ajudar quem é um eterno insatisfeito. Autoconsciência e lucidez: quem tem, pode ir além!

💎 Quanto mais despertos, melhor!
Silvia Malamud

linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram