A mãe narcisista, quando se faz de vítima, acredita que é. Tem um sentido de auto importância anormal, manipula os ambientes com culpabilização indevida, em nome de atingir os seus objetivos de ser sempre ela o assunto.

Se acha magnânima, se enaltece e descaradamente conta seus feitos - antigos, atuais ou os que falam bem dela - e, quando não vai por essa via, se coloca como sofredora, vítima da incompreensão dos filhos, do marido e do mundo… As duas faces são exemplos de uma cartilha perversa de como manipular o clima do ambiente a favor de si mesma.

💎 Quanto mais despertos, melhor!
Silvia Malamud

linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram